Amor próprio – o maior dos amores

Padrão

Hoje eu queria ler algo interessante.
Comecei a buscar todos os autores brasileiros que eu sempre admirei e nada – nada – me satisfazia.
Por que todos os poemas são de amor?
Por que todas as dores são de cotovelo?
Por que as pessoas sofrem tanto por namoros acabados e paixões esfriadas?

Ahhh! Essa melação toda me embrulha o estômago!
Vou contar um segredinho para vocês: a metade da laranja não existe, o príncipe encantado não vai vir montado num cavalo branco e – infelizmente – ele vai te magoar sim! (e o mundo não precisa acabar por isso, é só um homem!)

O que acontece é que a gente nasce com essa idéia de alguém para nos completar.
Mas, peraí, eu nasci bem inteira e o que vier a mais só acrescenta e não completa!
E sabe, tanta gente passando fome por aí, tanta gente doente…e você querendo se matar porque seu amor não deu certo? Romeu e Julieta é ficção, meu bem! Aqui a gente vive de verdade e vai à luta!

Não é que eu não acredite no amor.
Amor de família. Amor de amigos. Haja amor!
Mas amor de homem e mulher (que alguém esteriotipou que seria assim, mas também pode ser amor de homem com homem e mulher com mulher, tanto faz!) é um amor diferente.
Pra durar a vida inteira exige paciência, sabedoria, sensatez, força e muito amor próprio.
E a maioria das pessoas não tem isso. Na primeira decepção desiste!
Ou falta tanto bom senso que pisa na bola e esquece das consequências!

Respeito. Respeito.
Cada um precisa do seu espaço. E é preciso de muito amor para aguentar alguém roncando todas as noites ao seu lado. Intimidade demais perde o encanto. Rotina perde o valor.
E sempre tem uma das partes que vai estar sendo magoada e segurando todas as pontas para a corda não arrebentar e a história não acabar. Pra quê? Por uma história que não é a mesma de antes? Por alguém que não se doa na mesma intensidade que você?

Tá tudo errado!
Joga essa lavagem cerebral fora e entende o amor perfeito: ele não tem forma!
Provavelmente, ele vai chegar trombando em você no momento em que você estiver despenteada e suada e depois de muitas tentativas, de todo aquele joguinho de sedução (que é um saco, mas faz parte do charme!) vocês vão definir que estão juntos e quem sabe não é amor né? É, é amor. É amor se vocês forem parceiros, amigos. Se tiver uma admiração, um objetivo em comum. Se ela não for uma mulherzinha mimada e se ele não for um menino disfarçado de homem!
Tem que haver sinceridade.
Somos humanos e errar é permitido. Então, senta e conversa. Seja verdadeiro, não subestime ninguém!

E se você achar que hoje não é mais amor, termina.
O pra sempre sempre acaba.
Não tem que ficar se martirizando, se culpando, culpando o outro. Apenas não deu certo. Não era pra ser.
E se for pra ser em outro momento, vai ser!

Saiba separar as coisas. Você acha que está no fundo do poço porque perdeu o amor da sua vida, ou por que ele está com uma mulher mais bonita? Ou por que foi ele quem terminou e não você?
Pense se não é um problema de auto estima.
Falta todo mundo sente. Mas falta não quer dizer amor.
E falta passa. O tempo cura tudo, por mais clichê que seja!

Eu quero alguém pra conversar. Pra rir. Pra morder e bater. Pra fazer charminho e pra conquistar todos os dias.
Pra jantar, pra ganhar presentes, pra se preocupar, pra dizer o quanto eu estou linda e cheirosa (e se não disser, não vai ser o amor da minha vida, fato!).
Não quero alguém pra me dar broncas, pra me dar dor de cabeça, pra me pôr para baixo, pra pegar no meu pé!
Eu nasci livre, inteira e completa! E mereço alguém que compartilhe da minha felicidade e só.
Enquanto eu não for feliz comigo mesma, não vou ser com mais ninguém!

Então, vamos parar de romantizar tudo?
O fim de um namoro ou casamento não é o fim da sua vida.
A maioria dos problemas são com você mesma e não com a outra pessoa ou com o relacionamento que vocês tinham.
E Deus sabe o que faz. Acredite no amor da sua mãe e do seu pai. Os outros amores, acredite duvidando, ou se entregue! Mas volte mais sua do que nunca quando (se) acabar. E pára de pôr amor em todos os beijos, todos os sexos, todas as frases e poesias!
O amor é tão puro e tão lindo que já nem o reconhecemos mais de tanto que banalizaram.

E eu, que critiquei tanto os textos de amor que li hoje, escrevi mais um…talvez para mostrar a mulher racional e equilibrada que eu não sou!
Então, no fundo, o recado é só para seguir seu coração e se nada der certo…a gente escreve outra história, conhece outro alguém, arquiva como experiência e percebe que é boa demais para ficar sofrendo por alguém 😉

Anúncios

»

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s